Durante 10 años hemos ayudado a empresas a alcanzar sus objetivos financieros y de marca. Maxbizz es una agencia de consultoría dedicada e impulsada por valores.

Galería

Contacto

+1-800-456-478-23

411 Universidad St, Seattle

maxbizz@mail.com

Descubriendo las diferentes levaduras y sus beneficios para las mascotas

Descubriendo las diferentes levaduras y sus beneficios para las mascotas

produtos derivados de leveduras são amplamente utilizados na indústria de alimentos para animais de estimação em função de seus benefícios nutricionais e funcionais. É fundamental que os profissionais da área estejam familiarizados com as distintas características dos produtos à base de levedura, a fim de formular dietas mais precisas, levando em consideração as condições de saúde e as necessidades dietéticas específicas. No entanto, ainda há conceitos pouco elucidados neste campo.

Dentre as centenas de espécies de leveduras existentes, a mais empregada na indústria alimentícia é a Saccharomyces cerevisiae, utilizada principalmente na produção de etanol, cerveja e outros processos fermentativos.

Estrutura celular das leveduras

A levedura se trata de um organismo unicelular que possui em sua composição:

  • Pared celular rica em mananoligossacarídeos e β-glucanos (ambos componentes estruturais), proteínas e lipídeos.
  • Citoplasma, composto pelos componentes estruturais comuns de uma célula, proteínas, aminoácidos livres e vitaminas do complexo B.
  • Núcleo, envolto por uma membrana nuclear característica de organismos eucarióticos (Figura 1). 

Como as leveduras são obtidas:

Existem três principais processos de fermentação de leveduras para uso na nutrição animal, os quais estão representados na figura abaixo:

A partir dos diferentes processos é possível entender que quanto maior o desafio enfrentado (ex.: ambiente ‘inóspito’ de crescimento), maior será a necessidade de adaptação ao ambiente adverso para a sobrevivência da levedura. Assim, ela aumentará a espessura da sua parede celular, como mecanismo de defesa, gerando um produto de alta qualidade com fins nutracêuticos para a alimentação dos animais de companhia.

É notório que as técnicas de produção têm sido progressivamente aprimoradas e adaptadas para garantir a obtenção de leveduras com maior qualidade nutricional e melhor aproveitamento pelo animal, especialmente aquelas provenientes do processo de fermentação de etanol. Entretanto, os principais desafios encontrados na obtenção de produtos à base de leveduras estão relacionados à garantia do rendimento adequado da produção de etanol (biomassa) e à atividade metabólica ideal, de modo a evitar a presença de contaminantes no produto final. Isto pode ser alcançado por meio de um rígido controle de qualidade ao longo do processamento da levedura, principalmente no que diz respeito aos parâmetros físico-químicos: composição do meio, separação de impurezas, temperatura, pH, agitação e concentração ideal de nutrientes. Sendo assim, sabe-se que nem todos os produtos à base de leveduras são iguais.

De maneira geral, os principais produtos à base de levedura obtidos a partir da produção de etanol são: levedura inativa, levedura autolisada e parede celular de levedura.

Levedura Inativa

A levadura inactiva, também conhecida como levedura seca, é obtida por meio de um processo de estresse, fazendo com que ela consuma as suas próprias reservas energéticas (carboidratos) e aumente proporcionalmente a concentração da proteína celular. Possui a parede celular intacta e apresenta grande aplicação na alimentação de pets devido ao efeito benéfico dos seus componentes bioativos no trato gastrointestinal, auxiliando na saúde digestiva e imunológica, além de possuir um elevado conteúdo de proteína e  possuir grande aceitabilidade por parte dos animais de companhia. 

Levadura lisada

Como forma de maximizar o aproveitamento dos nutrientes celulares existentes na levedura inativa, por meio do processo de autólise, é feito o rompimento da parede celular, o que aumenta a disponibilidade de proteínas, aminoácidos, nucleotídeos, polissacarídeos e glucomananos.

Este processo deve ser lento e rigidamente controlado. A purificação deste tipo de levedura resultará em um produto de grande sinergia entre a disponibilidade dos componentes citoplasmáticos e da pared celular, sem que ocorra o extravasamento intracelular, o que prejudicaria o seu perfil nutricional.

Portanto, a levadura lisada é considerada um produto rico em proteínas de alta digestibilidade, além de apresentar alta biodisponibilidade mananoligossacarídeos (MOS) e β-glucanos, os quais atuam diretamente na aglutinação de patógenos e modulação da resposta imune inata, desempenhando um papel importante na funcionalidade e na saúde intestinal dos pets.

Pared celular de levadura

A parede celular da levedura é composta principalmente por polissacarídeos, como beta-glucanos e mananos, além de proteínas e fibras. Essa fração da levedura é conhecida por suas propriedades prebióticas, promovendo o crescimento e estabelecimento de bactérias benéficas no trato gastrointestinal dos animais de estimação.

Após o processo de autólise, a biomassa é submetida a um fracionamento por centrifugação para obtenção da parede celular, separando-a do extrato. Em seguida é realizada a secagem pela tecnologia spray-drying. Para garantir a qualidade e o controle continuado do processo, são realizadas centrifugações sucessivas até a purificação da parede como produto final, o qual possui um teor proteico reduzido em relação aos demais produtos à base de levedura mencionados.  

Dentre os principais componentes da parede celular de levedura, os MOS são capazes de aderir-se às bactérias patogênicas oportunistas no intestino do animal, impedindo que estas iniciem um processo de colonização, ou ainda, modulando e preparando o sistema imunológico para proteção contra um processo infeccioso. Os MOS também podem aderir à mucosa intestinal, compondo uma barreira física de proteção que impede a colonização por microrganismos nocivos ao animal, auxiliando a saúde e bem-estar.

Os beta-glucanos pertencem à classe de modificadores da resposta biológica, sendo capazes de auxiliar as células normais a produzir mensageiros químicos que melhoram a capacidade do sistema imunológico em identificar, modular e produzir substâncias de defesa. Está também relacionado à redução da inflamação em pets.

Sendo assim, a pared celular de levadura oferece benefícios significativos para os pets, ajudando a fortalecer o sistema imunológico e apoiar a digestão saudável dos alimentos pelos animais de estimação.

Os produtos derivados de leveduras oferecem uma grande variedade de benefícios nutricionais e funcionais para os animais de companhia. A escolha entre as diferentes categorias de leveduras dependerá das necessidades específicas do animal, bem como dos objetivos da formulação da dieta. É importante que os profissionais compreendam as diferenças entre esses produtos de forma a recomendar a opção mais adequada de acordo com a necessidade específica de cada cliente.


Marcos Nascimento, Zootecnista e Coordenador Técnico Global na Aleris Nutrition

Letícia Moreira é Veterinária e Analista Técnica na Aleris Nutrition

Bibliografia consultada:

Ahiwe, E. U., Abdallh, M. E., Chang’a, E. P., Al-Qahtani, M., Omede, A.

A., Graham, H., & Iji, P. A. (2019). Influence of autolyzed whole yeast and yeast components on broiler chickens challenged with salmonella lipopolysaccharide. Poultry Science, 98(12), 7129–7138. https://doi.org/10.3382/ps/pez452

Ghiraldini, J.A. e Roseli, C.E.V. (1997). Caracterização e qualidade de levedura desidratada para a alimentação animal. In: Simpósio sobre tecnologia da produção e utilização da levedura desidratada na alimentação animal. Anais. CBNA, Campinas., 27-49.

Morales-Lopez, R., & Brufau, J. (2013). Immune-modulatory effects of dietary Saccharomyces cerevisiae cell wall in broiler chickens inoculated with Escherichia coli lipopolysaccharide. British Poultry Science, 54(2), 247–251. https://doi.org/10.1080/00071668.2013.782386

Sgarbieri, V.C., Alvim, I.D., Vilela, E.S.D., Baldini, V.L.S., Bragagnolo, N. (1999).

Produção piloto de derivados de levedura (Saccharomyces sp.) para uso como ingrediente na formulação de alimentos. Brazilian Journal of Food Technology, Campinas, 2(5), 119-125.

Smith, P. M., & Kitts, D. D. (2015). Nutritional yeast and their biological effects beyond nutritional contents: A review. Food Reviews International, 31(2), 147-171.

Oliveira, G., Pinheiro, L., Nascimento, C., Oliveira, R., Camargo, J., & Bracarense, A. (2017). Yeast cell wall extracts supplementation as a growth promoter for broiler chickens. Poultry Science, 96(8), 2729-2736.

Janczyk, P., Halle, B., Souffrant, W. B., & Bessa, R. J. B. (2009). Effects of dietary yeast (Saccharomyces cerevisiae) on acute response of the immune system to oxidative stress in cats. Journal of Animal Physiology and Animal Nutrition, 93(2), 214-221.

Autor

Aleris Nutrition

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *